Redondos

Os peixes redondos possuem grande importância para a piscicultura no Brasil. O cultivo desses peixes pode ser em tanques escavados e elevados, e, em algumas regiões do país, em tanques-rede. São comuns nessa categoria os peixes Tambaqui, Tambacu, Patinga, Tambatinga, Pirapitinga e Pacu.

Estes peixes possuem habilidade em ganho de peso e conversão alimentar (1,5 a 2,2) e podem alcançar em um ano 2 Kg. São peixes rústicos, fáceis de manejo, tolerantes as variações do ambiente, boa adaptação em cativeiro, carne saborosa e boa rentabilidade. Para seu cultivo na engorda, não há necessidade de rações complexas, sendo bem eficiente o uso de rações convencionais de 28 a 32% de proteína bruta. Dependendo do sistema de cultivo e demanda de mercado, o cultivo dos redondos pode alcançar 7 mil peixes por hectare.

Além disso, alguns redondos possuem particularidades em relação ao cultivo em diferentes temperaturas no Brasil. Venha nos consultar! O Projeto Pacu fornece aos seus clientes formas jovens produzidas a partir de matrizes criteriosamente selecionadas, bem nutridas, livres de doenças e cuidadosamente manipuladas durante todas as etapas da reprodução.

SAC: 0800 451313

De segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30

TOP